Número de serviços no país não cresce tanto assim

Considerando que em 2014 o país teve o mais alto índice que taxas de serviços, atualmente está longe de se chegar nesse pico novamente. O número de taxa de serviços, segue crescendo gradativamente, contudo, ainda passa longe de chegar ao ápice.

O índice de difusão, que mede a proporção de crescimento dos 155 segmentos investigados com avanço no volume de serviço prestado. Apesar de operar distante do ponto mais alto do indicador, a queda de 0,6% acumulada em 12 meses pelo setor de serviços em agosto foi a menos acentuada desde junho de 2015, quando houve recuo de 0,2%

Segundo o gerente na Coordenação de Serviços e comércio do IBGE, Rodrigo Lobo, o resultado mantém a trajetória ascendente iniciada em abril de 2017.

Texto: Bianca Silvares
Fonte: Portal Contábeis